ESFINGE
Posted on: 2003-01-07, by : susanamartins

Por que me interpretar?

Ler as entrelinhas…

Correr nos sentidos das minhas palavras…

Buscar nexo para o que esvazio por aqui…

Para quê me entender?

Não existo para ser decifrada…

Não escrevo para esclarecer…

Escrevo para me libertar…

Dos erros e dos acertos

Da vida e do português…

Uma incógnita, sim!

Bobo daquele que pensa saber quem sou!

Tolos dos que ainda não entenderam…

Que não precisam me decodificar…

Que nem por isso serei menos eu…

Não há intenção…

Não há recado…

Não há indiretas…

Há o desespero por me libertar…

Libertar desses sentimentos…

Pensamentos…

Das palavras que navegam

Aqui, dentro de mim.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.