DESENCONTROS
Posted on: 2003-01-11, by : susanamartins

Os desencontros de minh’alma
São decompostos e interligados
Sem um alguém…
Não sou… eu fui…

Mas, porque deixo de ser?
Porque aos poucos me obrigam
A lugares e coisas que não me pertencem
E, isso, aos poucos…
Me sufoca
E sufocada corro
E correndo fujo
E, na fuga, escapo
Quando escapo, não sou mais eu.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.